SPFW N41 – DAY 4

0

O quarto dia de SPFW (28/04) contou com oito marcas que apresentaram sua coleção verão 2017. Começou com Patrícia Viera que mostrou seus looks na casa de Maria Solimene, na Vila Nova Conceição. Em um cenário com muita árvores, plantas e flores em tons de amarelo, vermelho e branco que ilustrou perfeitamente sua inspiração: Cuba. Os looks com rendas e transparências, mosaicos e ladrilhos combinaram com estampas de flores, junto a decotes e acabamentos ora rígidos, ora fluídos. E couro, muito couro.

patricia

“O Jardim no Mar Assimétrico” foi tema do desfile de Glória Coelho que aconteceu em um auditório da Belas Artes. Os looks contaram com a presença de faixas e assimetria, principalmente, em tecidos como nylon, malha preme e double fit, crepe acetato, couro e vazar. As roupas são práticas e as peças de beachwear foram apresentadas sozinhas e acompanhadas por vestidos assimétricos que podem ser usadas tanto no dia, quanto na noite.

gloria

Água de Coco por Liana Thomaz transportou a passarela do SPFW para a Amazônia, não apenas para a parte brasileira, mas também a do Peru e Colômbia. Com cenário de oca de palha, o desfile contou com um trabalho impecável e rico em detalhes. Os looks apresentaram texturas inspiradas na casas flutuantes às margens do lago Titicaca, no Peru, que são feitas de palha, e exibiram franjas de seda em tons de dourado e bordados de canutilhos da mesma cor. E não parou por ai, cada cantinho da floresta esteve nos looks: as portas colombianas foram referência para os pingentes e bordados, os cuscos e flores de medelim nas texturas e chapes armados. Também teve textura de vitória-régia, inspiração nas folhagens, estampa de onça em preto e branco, franjas metalizadas com frio de seda de cobre. A cartela de cores tem base crua, que faz alusão à palha e destaca os pontos de cor que representam os pássaros de diversas cores da fauna amazônica. Os brincos são de metal banhados em ouro, rosê e fumê, tendo forma de vitória-régia, penas e bordados, sempre feitos à mão. As sandálias plataformas que desfilaram foram exclusivamente desenvolvidas para a marca, tendo tons de caramelo, branco e preto.

aguadecoco

João Pimenta abriu seu desfile com quatro para-atletas medalhistas de ouro que entraram exibindo looks da coleção e emocionando. Os looks são “uniformes”, que partem do conceito de “roupa sem gênero”, com influências militar e tecidos confeccionados por comunidades sustentáveis da Paraíba. Roupas criadas com franjas de redes e jaquetas brilhantes metalizadas feitas a partir de um tear de fitas de VHS, assim como bordados inspirados no Bispo do Rosário e no atual cenário de crise econômica do Brasil.

joao

Salinas, Murilo Lomas, Amir Slama e Helo Rocha também apresentaram suas coleções na Bienal.

spfw2

Fonte: FFW

xx
Melissa Ferreira

Compartilhe.

Sobre o Autor

Não me lembro quando foi que o universo da Moda me conquistou, as vezes eu acho que eu já nasci amando tudo isso. Hoje sou estudante de moda, mas não me peçam para desenhar ou costurar, meu negócio é escrever! Filmes antigos, anéis, Audrey Hepburn, botas, 90’s, sinceridade, bolo quente, livros, batom e assaltar o guarda-roupa da vó.

Leave A Reply