Mais um capítulo da dança das cadeiras: o futuro da Saint Laurent

0

Há mais ou menos dois anos os destinos das marcas de moda estão um tanto incertos e a música da dança das cadeiras não para de tocar. Sai um, entra outro e somos pegos de surpresa a todo instante. Dessa vez, foi a Saint Laurent que surpreendeu os fashionistas, jornalistas e compradores. Na verdade, os rumores da saída de Heidi Slimane da grife já estavam fortes desde de seu último desfile em Los Angeles ( relembre em 5 fatos sobre o Inverno 2017 da Saint Laurent), que tinha mesmo uma ar de despedida e o futuro da Saint Laurent parecia incerto.

PARIS, FRANCE - UNDATED: In this handout image supplied by Y.R., Creative Director at Yves Saint Laurent Paris Hedi Slimane is seen in Paris, France. (Photo by Handout/Y.R. via Getty Images)

Hedi Slimane (Photo by Handout/Y.R. via Inventando Moda)

O grupo Kering, responsável pela marca, confirmou a saída de Slimane na última sexta-feira (01.04) e deu os devidos créditos a ele por ter reposicionado a Sanit Laurent no mercado: “O que a Yves Saint Laurent alcançou nesses quatro anos representa um capítulo único na história dessa casa. Sou muito grato a ele a a todo o time da YSL por ter criado o caminho que a casa acolheu com sucesso e que garante longevidade a essa marca icônica”, diz o CEO François-Henri Pinault.

E ele foi um responsável e tanto pelo sucesso. Desde de que o próprio Yves saiu, a maison francesa estava tentando encontrar uma pessoa que pudesse levá-la para os novos tempos. A entrada de Heidi em 2012 foi rodeada de controversas e polêmicas, isso porque o estilista começou tirando o Yves do nome da casa, levou o ateliê para a Califórnia e virou um super controlador de tudo o que sai na imprensa, inclusive declinou entrevistas.

Para recordar quem não passou pela época, o choque não estava nem começando. Na passarela do seu primeiro desfile entraram “vestidinhos grunge com cara de fast fashion”, como definiram muitos críticos de moda. Mas o grunge mixado ao rocker e ao cenário musical da renascida Saint Laurent caiu no gosto da clientela da marca e de novas que estavam por vir.

saint-laurent-los-angeles-2016

Desfile Saint Laurent / Los Angeles 2016 via glbimg.com

Slimane passou sua mensagem aos poucos, praticou o seu plano para a empresa, fortaleceu sua imagem, ganhou editoriais de moda belíssimo com suas jaquetas, vestidos e calças skinny, conquistou o público, vestiu celebridades e foi responsável por um aumento considerável de 20% ao ano (de 2012 a 2014) na receita da empresa. O que significa um sucesso maior no mercado de luxo do que grandes marcas.

anthony-vaccarello

Anthony Vaccarello via ID

Segundo muitas fontes, o designer e a empresa não conseguiram chegar a um acordo na renovação de contrato e o seu futuro não foi anunciado oficialmente. No entanto, o grupo Kering já confirmou Anthony Vaccarello como o novo estilista da Saint Laurent.

Vaccarello veio da Versus Versace, segunda marca de Donatella, e possui sua própria marca. A identidade de ambas é bastante forte e ligada com o estilo do estilista. Agora ele terá um desafio e tanto para manter a consolidação estética e de marketing deixada por Slimane.

anthony-vaccarello-verao-2016

Anthony Vaccarello Verão 2016

O belga de 36 anos possui uma estética moderna e pura, ao mesmo tempo que é provocativo, sensual, com feminilidade afiada e silhuetas que passam um tanto longe dos últimos desfiles da Saint Laurent. “Estou orgulhoso de dar as boas vindas a essa que é uma das mais fortes forças jovens dessa geração. Junto com o time da marca, Anthony Vaccarello irá contribuir fortemente para o crescimento da Saint Laurent”, disse François-Henri Pinault, CEO do grupo Kering.

Ainda não foi confirmado um novo nome para a Versus e nem se o estilista manterá sua marca própria. Quanto a Saint Laurent, sua primeira coleção acontece em outubro, em Paris, na temporada de Verão 17. Só nos resta esperar pelas surpresas que Vaccarello reserva para a grife e pelos próximos passos e compassos dessa dança.

Compartilhe.

Sobre o Autor

Não me lembro quando foi que o universo da Moda me conquistou, as vezes eu acho que eu já nasci amando tudo isso. Hoje sou estudante de moda, mas não me peçam para desenhar ou costurar, meu negócio é escrever! Filmes antigos, anéis, Audrey Hepburn, botas, 90’s, sinceridade, bolo quente, livros, batom e assaltar o guarda-roupa da vó.

Leave A Reply