Vamos ser bons em 2016

0

Estava eu pensando no que poderia fazer pra ter um ano melhor. Fiz minha listinha de metas, organizei minhas coisas, vi possíveis viagens, cursos, livros que quero ler, roupas a comprar e todas aquelas outras coisas que provavelmente não irei cumprir. Entre tantas coisas escrevi uma: tentar ser uma pessoa melhor. Com isso acabei lembrando de um texto que havia lido no facebook de um amigo meu que falava sobre a quantidade de negros nas faculdades federais (que é minúscula) falava também sobre preconceito e outros assuntos “polêmicos”.

O que eu poderia fazer pra mudar isso? Eu pensei, pensei, pensei e cheguei a conclusão de que se todo mundo se juntasse não haveria mais nada disso. Se as todas as mulheres (que se consideram feministas) se juntassem com todas as pessoas que lutam pelos direitos dos negros, que por sua vez se juntariam aos GLBT’s, que também defenderiam os direitos das mulheres e CHAZAM as minorias se tornariam a maioria e o mundo se tornaria um lugar lindo, mágico e igualitário.

Eu sei, não é tão fácil na pratica, e eu como homem, branco e cis nunca saberei o que os outros passam, mas não custa tentar né?! Eu realmente não acho que preciso ser algo pra notar o obvio: todos nós merecemos direitos iguais. É sobre isso que fala meu primeiro vídeo do ano. Bom dois mil e dezesseis a todxs.

Compartilhe.

Sobre o Autor

CEO do Explosive Box e Publicitário, louco por qualquer tipo de arte que me encante. Também sou editor-chefe das colunas de Moda e Música.

Leave A Reply