Ano novo, lista nova

0

Entra ano e sai ano e certas coisas estão sempre presentes. A decoração natalina – que parece brotar cada vez mais cedo – as promessas revestidas de expectativas para o próximo ano, o trânsito para o litoral, as pessoas com um som MUITO alto no litoral… Ai ai, uma época maravilhosa.

Mas, deixe-me ser uma pessoa mais otimista. Essa também é uma época de renovação, novas energias, novas ideias… E com isso percebo que mais uma coisa surge anualmente na minha vida: as listas.

Mais especificamente, a lista de “coisas para fazer” que, basicamente são as coisas que eu deveria ter feito ao longo do ano e não fiz, mas que… agora vai!!!! Ou não.

Então, vamos falar de um item particularmente relacionado a minha função nesse site.

Limpar o armário. Essa tarefa anual pode ser na realidade uma experiência maravilhosa. A minha receita é simples. Selecione uma playlist digna de animação, fique próxima a um espelho, não precisa chamar as melhores amigas (só em sex and the city existe isso) e ria pensando: “como eu pude usar isso?”

É aí que mora a beleza desse processo. Esse ano, todo esse processo foi intensificado com uma mudança de residência. Abandonei o lar materno e fui para o meu canto, o que nesse caso, permite que minhas roupas fiquem parcialmente morando em dois endereços.

Pegar duas malas e ter que mudar de CEP em uma semana é algo emocionante. Não dá para pensar muito. Eu basicamente peguei meia dúzia de coisas e tchau!! E foi nesse momento que eu percebi algo: meu estilo mudou. E muito.

Me dei conta que essa mudança sempre ocorreu, mas esse ano a potência da mudança foi um pouco maior. Existe uma arara de roupas pretas morando comigo.

O mais interessante é observar que as referências também mudaram. As inspirações vem cada vez mais de fatores reais, o que eu desejo está na rua, sendo usado por gente como eu.

Não estou dizendo que parei de desejar certas coisas que estão expostas em vitrines caras, em endereços caros. Mas atualmente o que me influencia é basicamente o acessível, é o que me permite mudar, inserir a minha personalidade e transformar em algo com a minha cara.

Então, que venha o próximo ano, já estou curiosa para saber quais roupas estarão habitando meu armário.

Compartilhe.

Sobre o Autor

Não me lembro quando foi que o universo da Moda me conquistou, as vezes eu acho que eu já nasci amando tudo isso. Hoje sou estudante de moda, mas não me peçam para desenhar ou costurar, meu negócio é escrever! Filmes antigos, anéis, Audrey Hepburn, botas, 90’s, sinceridade, bolo quente, livros, batom e assaltar o guarda-roupa da vó.

Leave A Reply