“O sertão vai virar mar” e os meus sapatos estão verdes.

0

Sim, este é um texto sobre moda ou estilo. Eu acho.
Esse ano, não tem sido um ano maravilho, nem para mim – grande apreciadora dos dias leves – nem para o resto do mundo. Acrescente aos fatos bombásticos que acompanharam 2015, um detalhe: para cada dia de sol, temos aproximadamente 36 dias de chuva. Pelo menos em Joinville – Santa Catarina.
Você não me conhece. Se conhecesse saberia que eu não sou a pessoa mais organizada do mundo. Eu tenho a péssima mania de usar algo e não colocar de novo no mesmo lugar. Adicione um guarda-roupas que não possui portas e pronto! Existe basicamente uma cama no meu closet. Consequentemente existe também, uma coleção de sapatos fora da prateleira, que moram permanentemente no meu tapete.
Então, hoje eu percebi uma coisa. Ao chegar em casa e tirar os sapatos, senti a ausência dos habitantes do tapete e após minha dose diária de um prazer chamado Instagram, conclui que: existe apenas um sapato sendo usado efetivamente nas últimas semanas… E ele nem é um sapato. É um All Star.
Estamos naquela época do ano ma-ra-vi-lho-sa (sarcasmo) onde as botas que me protegem da chuva, estão banidas da rotina em virtude do calor, e em contrapartida, as sandálias que são consumidas fervorosamente seja primavera ou verão, no momento não evitam uma das coisas que me tiram do serio: pés molhados. Dentro de um sapato. Escorregando. Posteriormente provocando aquele atrito bizarro. Argh.
Moral da história… não importa quantos sapatos você tenha nas suas prateleiras, nunca esqueça o valor de um bom e velho All Star, ou qualquer que seja o seu queridinho que te acompanha nos dias de chuva. Tendências vem e vão, mas cultive os bons. Nesse momento onde o descartável predomina, não esqueça de quem cuida dos seus pés nos dia mais chuvosos do ano.
Talvez isso tenho sido apenas um desabafo, ou saudades das minhas ensolaradas sandálias.

Compartilhe.

Sobre o Autor

Não me lembro quando foi que o universo da Moda me conquistou, as vezes eu acho que eu já nasci amando tudo isso. Hoje sou estudante de moda, mas não me peçam para desenhar ou costurar, meu negócio é escrever! Filmes antigos, anéis, Audrey Hepburn, botas, 90’s, sinceridade, bolo quente, livros, batom e assaltar o guarda-roupa da vó.

Leave A Reply