SPFW Inverno 2016 – Day 5

0

LETHICIA

O quinto dia do SPFW foi o mais movimentado e cheio de desfiles deslumbrantes! O primeiro desfile do dia foi de uma das coleções mais aguardadas de 2015. Lethicia Bronsten se juntou à Riachuelo e criou peças femininas com um toque de modernidade. A renda, marca registrada de Lethicia, como esperado já estava presente em abundância misturada à diferentes estampas, transparências e cores!

GLORIA

Gloria Coelho apostou nos mantôs nessa coleção, usando como justificativa o fato de que acha que o mercado da moda já está saturado e que essa peça pode “fazer a diferença”. Se inspirou nos antigos povos nórdicos, na neve e – Adivinhem só!- em John Snow e Game of Thrones!

FERNANDA

Fernanda Yamamoto buscou inspiração na pequena cidade de Cariri, na Paraíba e em suas residentes rendeiras, que aprendem a costurar com apenas 7 anos e continuam seguindo a tradição da renda renascença por muitos e muitos anos. A coleção foi confeccionada toda manualmente e inteiramente no ateliê de Fernanda. A delicadeza foi o destaque, não só nas peças prontas em si mas também no processo para montá-las.

JULIANA

Os anos 80, já usados como inspiração pela estilista Juliana Jabour anteriormente, voltam para a passarela de Inverno 2016. O clima oitentista se manifesta através das estampas em conjunto com as cores vibrantes e variados e extravagantes prints, além também dos shapes mais quadrados, maxivestidos e conjuntos.

LOLLITA

Lolita Hannud diz que sua coleção de Inverno 2016 foi feita para a “mulher que sai de casa e vai à luta.” Além disso, foi em uma viagem à Praga que ela conheceu uma técnica artesanal realizada em armaduras, que depois fizeram parte de seu moodboard e são claramente notadas em suas peças.

LINO

O ar dramático, marca registrada de Lino Villaventura, volta às passarelas. Os casacos de Tafetá, pelo, couro, e renda foram elementos presentes em suas peças, incorporados através do patchwork. Também são notados materiais como os fios de ouro, prata, cristais e até vidrilhos. OSKLEN

O estilista Oskar Metsavaht, em uma viagem à Grécia, se inspirou nas Olímpiadas e sua origem. Outra inspiração foi um desfile realizado pela marca em 2004, que teve como destaque um maiô de salto ornamental. Com ares minimalistas e linhas simples, a Osklen transmite modernidade e originalidade mesmo tendo buscado inspiração em um tema já recorrente para a marca.

Compartilhe.

Sobre o Autor

Não me lembro quando foi que o universo da Moda me conquistou, as vezes eu acho que eu já nasci amando tudo isso. Hoje sou estudante de moda, mas não me peçam para desenhar ou costurar, meu negócio é escrever! Filmes antigos, anéis, Audrey Hepburn, botas, 90’s, sinceridade, bolo quente, livros, batom e assaltar o guarda-roupa da vó.

Leave A Reply