Paris Fashion Week Verão 2016 – Part I

0

Salut, Paris! A capital da moda fecha a temporada internacional com os desfiles mais glamourosos entre as fashion weeks. No line up da Semana de Moda de Paris estão as maiores maisons francesas e algumas estrangeiras, que ditam suas próprias tendências e costumam emocionar o público fashionista por seus grandes shows. A seguir, você acompanha os desfiles destaques dos primeiros dias da Paris Fashion Week. 

anthonyvaccarello-summer16-eb

Anthony Vaccarello – também estilista da Versus Versace – deixa um pouco de lado a rigidez de suas formas e aposta na fluidez, tendência apontada e muitos dos desfiles desta temporada. Vestidos de malha cortados no viés fizeram deste, o desfile mais leve de sua carreira até agora. Mesmo assim, ainda há sobriedade e principalmente sensualidades nos looks, com suas famosas fendas profundas e assimetrias.

 chloe-summer16-eb

Na Chloé, a estilista Clare Waight Keller faz uma coleção boho que flerta – quase que em todo o desfile – com o sportswear. Ela se inspira em mulheres icônicas dos anos 1990, como Kate Moss, Corinne Day e Courtney Love, e capta muito bem a essência feminina, registro da marca. O resultado é chic com um ar de conforto, simplicidade e charme.

balmain-summer16-eb

Com direito a um casting recheado de super tops – inclusive as brasileiras, Carol Ribeiro (que abriu o desfile), Alessandra Ambrosio e Isabeli Fontana – Olivier Rousteing fez um verão poderoso, sensual, justo, decotado, vazado e acinturado para a Balmain. São quatro anos à frente da marca e de um DNA marcante. Os looks são para a mulher idealizada de Olivier: adulta, confiante e sexy. Há ótimos looks de chamois e couros estruturados, mas são as telas de macramê e crochê com borados preciosos em saias e vestidos que marcam um belíssimo gol para a grife. Os babados – super trend da estação – aparecem aqui em formato forte e largo, em camadas por toda a calça branca de cintura alta, em tops de couro e nas saias longas. Sem nenhum pingo de romantismo. Tudo isso adornado por um colar-coleira bem rígido e uma mega ponytail bem alto. Vale a pena assistir ao desfile completo.

dior-summer16-eb

O verão 2016 da Dior é uma fuga para a natureza. Raf Simons aposta na pureza e fragilidade feminina e cria uma coleção leve, com muitos looks brancos e transparência, que lembram até as lingeries vitorianas. É bastante suave, mas não deixa de ser impactante, como tudo que o diretor criativo faz. Prova disso é o o contraste das roupas com o jardim de lavandas e os guindastes industriais da cenografia. Destaque para as lindas gargantilhas, ora em metal e ora arrematadas por lenços.

balenciaga-summer16-eb

Para o seu último desfile à frente da Balenciaga, Alexander Wang faz algo novo: uma coleção total white, com no máximo alguns tons de creme e off-white, simbolizando uma paz de espírito, purificação e a tranquilidade que permeia a sua saída da maison. É romântica, levemente sensual e ultra cool. Um adeus leve, bonito, ousado e nada monótomo. Aqui ele trabalha com texturas, transparências e sobreposições, com perfume 90’s, que formam calças de cetim com modelagem quadrada, vestidos-camisola, underwear à mostra, laços, rendas e babados. Um mix de streetwear com sleepwear. Au revoir Wang!

 

Continuem acompanhando nossa cobertura da PFW.

Arrivederci, Beatriz Arvatti.

Compartilhe.

Sobre o Autor

Não me lembro quando foi que o universo da Moda me conquistou, as vezes eu acho que eu já nasci amando tudo isso. Hoje sou estudante de moda, mas não me peçam para desenhar ou costurar, meu negócio é escrever! Filmes antigos, anéis, Audrey Hepburn, botas, 90’s, sinceridade, bolo quente, livros, batom e assaltar o guarda-roupa da vó.

Leave A Reply