Milan Fashion Week Verão 2016 – Part II

0

A Semana de Moda de Milão continua! Se você perdeu os principais desfiles dos primeiros dias, veja já aqui. Na segunda parte da MFW, as grifes com uma identidade mais fortalecida e lançadoras de must haves deram um show.

moschino-summer16-eb

A Moschino parou o trânsito em Milão – ainda que não literalmente. Para o verão 2016, Jeremy Scott baseou-se na sinalização das ruas (faixas, placas, cones e faróis) e trouxe irreverência para a passarela mais uma vez. Muito preto, amarelo, laranja e vermelho, em tons fluorescentes como manda o uniforme de pessoas que trabalham em obras de rua. O mood é temático, porém não deixa de ser feminino. Os looks são compostos por tailleurs, laços, cintura bem marcada e comprimentos mini e midi. Destaque para os acessórios, que como as temporadas anteriores, tem tudo para virar hit.

giamba-summer16-eb

A coleção da Giamba, grife para as jovens assinada por Giambattista Valli, é feminina, fashionista, romântica e com um pé no pop. As roupas são leves, transparentes, com comprimento mini e brancas na maior parte. Mas ganham destaque graças as aplicações delicadas de estrelas, batons e coração. Tem uma certa influência americana também, notada nas cores e listras de algumas peças. E é sucesso, do tipo que da vontade de ter tudo já no guarda-roupa.

emporioarmani-summer16-eb

Seguindo a tendência de um verão descomplicado, a Emporio Armani apresenta uma coleção bem suave, com silhuetas fluidas, alfaiataria com toques esportivos e uma palete de cores bem suave. Entram bermudas, blazer boyish, calças cigarrete e mini vestidos. O destaque ficou por conta dos lenços amarrados nos pescoções das modelos, trend que já estamos de olho nas ruas, mas agora chega no melhor de um styling de passarela.

tods-summer16-eb

Não por mera coincidência, mas a Tod’s também ganha cores suaves e lenços amarrados no pescoço nesta coleção pelas mãos de Alessandra Facchinetti. A estilista traz peças carregadas de elementos rockers, perfeitamente incorporados a identidade discreta da casa. É jovem, fresca e tem um ótimo exercício de styling, com a camisaria risca de giz como base.

versace-summer16-eb

Na Versace, Donatella apresentou uma de suas melhores coleções nos últimos anos. Muito mais feminista – é estranho até de imaginar isso vindo da marca – e feita para todo tipo de mulher. No inicio do desfile há uma pegada militar, com ternos precisos, seguido por vestidos longos ou curtos para garotas festeiras e depois o print de animal, recortes poderosos, a transparência e o corpo à mostra como sua cliente gosta. Toda sensualidade da grife italiana, assumida em todo e qualquer tipo de desejo.

A notícia boa é que estamos só na metade da semana!

Arrivederci, Beatriz Arvatti.

Compartilhe.

Sobre o Autor

Não me lembro quando foi que o universo da Moda me conquistou, as vezes eu acho que eu já nasci amando tudo isso. Hoje sou estudante de moda, mas não me peçam para desenhar ou costurar, meu negócio é escrever! Filmes antigos, anéis, Audrey Hepburn, botas, 90’s, sinceridade, bolo quente, livros, batom e assaltar o guarda-roupa da vó.

Leave A Reply