London Fashion Week Verão 2016 – Part I

0

Depois de Nova York, a temporada internacional segue em Londres, berço mundial da moda underground, com uma série de jovens estilistas cool e ousados, além das marcas já conhecidas e adoradas. Uma das novidades da semana é que a London Fashion Week mudou de endereço nesta estação. Os desfiles acontecerão no Brewer Street Park Car, um prédio art déco de 1921, no Soho. A seguir, você lê sobre os principais desfiles dos primeiros dias de LFW.

HollyFulton-summer16-eb

Holly Fulton se inspira na artista surrealista britânica Eileen Agar, em especial elementos geométricos e orgânicos de suas colagens, para criar uma coleção girlie, porém bastante amadurecida, que coloca de lado qualquer toque infantil de coleções passadas. Destaque para as peças em denim, decoradas com cristais e bodados de linha. Os babados também marcam presença na passarela, juntamente com pantalonas de cintura alta. Na cartela de cores, tons pastel combinados com fluos. Tudo muito feminino e descomplicado.

JWAnderson-summer16-eb

Em um de seus melhores desfiles de sua J.W. Anderson na London Fashion Week, Jonathan – que também comanda a Loewe – mostra maturidade como estilista. Ele cria uma alfaiataria maximalista, com proporções e estampas dos anos 1980, usando muito couro e detalhes como a lingerie à mostra ou amarrações no tornozelo. As ombreiras, hit dos 80’s, estão presentes nos casacos e jaquetas e nas gargantilhas douradas. Em resumo, ele sabe usar o melhor de seu DNA para criar uma coleção que traz exatamente a essência da moda: algo que te faz ficar um pouco confusa em um primeiro olhar, mas, em seguida, dispara um sentimento de desejo e faz os olhos brilharem. 

houseofholland-summer16-eb

O deserto foi a inspiração da House of Holland. Os looks que cruzam a passarela segue o DNA da marca britânica, sempre bem humorada e despretensiosa. O estilista Henry Holand fez um mix de prints multicoloridos, com estampas pop e patchwork, além de uma mistura de tecidos e bordados de insetos, com um efeito de joia. Nos pés, botas e sapatos de animal print com plumas de avestruz.  Uma overdose de cores do jeito que as fashionistas clientes gostam.

VersusVersace-summer16-eb

Entre os highlights desta edição está o début da Versus – linha mais jovem da grife italiana Versace – em Londres. Anthony Vaccarello, o diretor criativo desde janeiro deste ano, provou que seu estilo é o encontro perfeito com o DNA da grife e que ele veio para dar poder às mulheres. A coleção, sempre bastante sensual, tem alfaiataria boyish, vestidos compostos de saia e top, colete/vestido decotados, superfendas, comprimentos mini, muito couro e caudas assimétricas que surgem tanto nos vestidos como no blazer. Mas ao contrário da Versace, Anthony deixa confirmado que é amante do preto, antes visto apenas em sua marca homônima. No entanto, há dois prints (um animal e um floral), além de denim na bomber jacket e na calça.

davidkoma-summer16-eb

David Koma se mantém fiel ao próprio DNA minimalista e contemporâneo, sem deixar de lado a valorização do corpo feminino. Para o verão 2016 ele se inspira no balé e nas artes marciais, propondo uma coleção com um toque sport chic. As amarrações do obi, que marcam a silhueta de camisas, vestidos e saias, são as responsáveis por tonar o corpo uma escultura. David explora também o melhor da combinação de preto & branco e, no final, tons de azul.

issalondon-summer16-eb

A Issa London, agora sob direção criativa Jamie O’Harede, tenta acertar o compasso desde de a saída de sua criadora, a brasileira Daniella Helayel. Nesta temporada, a marca desfila um jogo de opostos. Peças ora fluídas, ora estruturadas tomaram conta da passarela. Há looks monocromáticos, p&b ou com padronagens gráficas. Destaque para os tecidos vazados. Tudo muito feminino, mas não girlie, feito para uma mulher moderna e urbana.

Tem mais London Fashion Week essa semana!

Arrivederci, Beatriz Arvatti.

Compartilhe.

Sobre o Autor

Não me lembro quando foi que o universo da Moda me conquistou, as vezes eu acho que eu já nasci amando tudo isso. Hoje sou estudante de moda, mas não me peçam para desenhar ou costurar, meu negócio é escrever! Filmes antigos, anéis, Audrey Hepburn, botas, 90’s, sinceridade, bolo quente, livros, batom e assaltar o guarda-roupa da vó.

Leave A Reply