Philipp Plein apresenta sua coleção Verão 16 em um desfile incrível

0

O que foi o desfile do Philipp Plein ontem?

Philipp Plein apresentou a coleção verão 2016 da sua grife ontem, na Itália, com um show de ostentação. Considero o desfile dele um dos mais revolucionários, ousados e legais que eu já vi. Fugindo do clichê, Philipp transformou a passarela em um espetáculo, em todos os sentidos. Mas, deixarei para mostrar o desfile no geral no final do post, e agora, o enfoque ficará na coleção incrível que ele apresentou.

Clean não é uma palavra que consta no dicionário do mesmo, pois em todos looks os cortes ousados, o spike, o couro misturado com o algodão, enfim, era de brilhar aos olhos cada look que cruzava na passarela. Toda a coleção foi inspirada na histórias dos motociclistas rockers, nos grandes artistas do rock e artistas do hip-hop. que cruzam as estradas do mundo em cima de suas Harley Davidson. Foram 52 looks apresentados, separamos os melhores – foi difícil de selecionar – para mostrar para vocês:

BRANCO

O P&B é a grande aposta dele, mas nada de básico, vamos misturar! O primeiro look soa básico, mas leva camisa com mangas bordadas de spike, um cinto com uma fênix de fivela, tênis estilo sneaker com detalhes em metal prateado, moletom com de algodão com mandas 1/2 couro com spikes, mochila de spike. E o que vou dizer das 3 últimas calças? Simplesmente maravilhosa como a sutileza do couro nos detalhes faz toda a diferença e dá autenticidade ao look.

preto

O preto é a cor dos motociclistas e com jaquetas desproporcionais as numerações, logos aplicadas sob o couro, calças destroyed e muito metal são uma das tendências e as bermudas de couro são as queridinhas, continuam com o corte a cima do joelho, porém, nada de skinny. O preto junto com o couro e o spike deixa o look mais dark, mais pesado, contrapondo com os que tem o branco como predominância. Qualquer semelhança é mera coincidência.

vermlho

Saímos das estradas e vamos para as ruas da cidade, com o vermelho vivo com a predominância. Looks mais street, tendo como tendência camisas rasgadas (pre-ci-so), calças destroyed ou até mesmo um look social de alta alfaiataria com total autenticidade devido sua cor. Incrível como uma cor pode mudar total o contexto do mesmo estilo de roupa, né?

JAQUETAS

O que falar das jaquetas que mal vi e já considero pacas? É uma mais linda que a outra! É de perder o sono a peça-coringa que elas podem ser. Com certeza as jaquetas e moletons apresentados na passarela serão os grandes musts da coleção. Inúmeros modelos diferentes, mas todas trazem a referência dos motoqueiros mafiosos-forasteiros dos anos 70/80. Sem palavras e adjetivos para elas!


Para quem achou que a ostentação acabou nos looks? Nem começou e nem terminou! Foi investido em uma super produção para o início e final do desfile, com carros destruídos folhados (e em movimento) a ouro e show de motociclistas profissionais, com as melhores motos do mundo e ainda show do rapper Tyga. Foi um espetáculo, um luxo! Confira alguns takes:

philipp

Photo: Marcus Tondo

#AboutLastNight #PleinPunk #PhilippPlein #MFW

Um vídeo publicado por Marta Represa (@martarepresa) em

Incrível, né? Congrats Philipp Plein!

Compartilhe.

Sobre o Autor

CEO do Explosive Box e Publicitário, louco por qualquer tipo de arte que me encante. Também sou editor-chefe das colunas de Moda e Música.

Leave A Reply