RENDA-SE à moda brasileira além das passarelas

0
Da série: experiências fora das passarelas da São Paulo Fashion Week Verão 2016…
*
Quarta-feira (15.04.), semana de SPFW, meu destino era o desfile do Alexandre Herchcovitch, que estava marcado para as 13h30, no Instituto Tomie Ohtake, em Pinheiros. Surpreendentemente cheguei quase que uma hora antes (graças ao meu sexto sentido de paulistana que quer evitar o transito). Ali bem perto do local do desfile, fica o museu A CASA, onde está exposto a “RENDA-SE”, exposição que levou 3 anos para ser realizada e que valoriza “o fazer” nacional. Percebi que tinha tempo o bastante para contemplar mais uma das ações feitas para a semana de moda brasileira.
013

FOTO Explosive Box

Ao entrar no local – que estava vazio – fui recepcionada pelo curador da exposição, Dudu Bertholini, estilista, um dos criadores da marca Neon e hoje com projetos pessoais e independentes, inclusive o de consultor da novela “Verdades Secretas” – que mal estreou e já deu o que falar na SPFW, onde diversas cenas foram gravadas – prevista para ir ao ar em junho na Rede Globo. Foi ai que Dudu conversou particularmente comigo e me contou detalhes a respeito da exposição. Que honra!
022

Dudu Bertholini, curador da exposição “RENDA-SE”. FOTO Explosive Box

O estilista começou me chamando atenção para o cenário da moda brasileira, que se destaca cada vez mais internacionalmente, principalmente se tratando dos trabalhos artesanais. Os saberes tradicionais desta arte são reconhecidos como patrimônios culturais do nosso país e inspiraram o projeto RENDA-SE, que parte do encontro entre estilistas renomados e comunidades de artesãs rendeiras de diversas regiões do país, no qual juntos construíram um look para a exposição. Lino Villaventura, Walter Rodrigues, Adriana Barra, André Lima, Samuel Cirnansk, Amapô, o próprio Dudu Bertholini  e Rita Comparato (da Neon), Huis Clos, Liana Bloisi e Martha Medeiros foram os nomes convidados a se juntar com as comunidades tradicionais rendeiras – entre elas: Perpétua Martins do Ceará , Elita Catarina Ramos de Santa Catarina e Clube de Mães de Camalaú na Paraíba –  e assim apresentar criações únicas.
034

FOTO Explosive Box

As peças tem um beleza extrema e peculiar. “Trabalhamos na confecção destes looks, todos elaborados e exclusivos. Documentamos todo o projeto em vídeo, que estará exposto e fotografamos os looks na modelo Fernanda Tavares, em imagens assinadas pelo fotógrafo Guilherme Licurgo,” explica Dudu no release entregue à mim quando contei que era colunista de moda do Explosive Box. Em nossa conversa, Dudu me alerta para o fato de não ser apenas uma questão de valorizar a moda brasileira, a exposição também desperta questões geográficas e econômicas. A maioria das rendeiras que participaram da ação são do nordeste do país e começaram nessa atividade com 7 ou 8 anos de idade. Os pontos desenvolvidos por elas são altamente complexos e em alguns looks (como o da foto abaixo) há uma inovação técnica composta por mais de 100 pontos diferentes.
020

FOTO Explosive Box

A exposição é composta por peças de acervo também da marca Cavalera e dos estilistas Ronaldo Fraga,  Alexandre Herchcovitch e Zuzu Angel. “Zuzu foi a pioneira em trazer e destacar esse trabalho artesanal brasileiro” diz Dudu apontando para o vestido de patchwork de rendas do norte, réplica daquele que Zuzu criou em 1970 desfilado em Nova York no ano seguinte.
009

Réplica do vestido feito por Zuzu Angel em 1970. FOTO Explosive Box

“Os estilistas contemporâneos brasileiros trabalham hoje para fortalecer o DNA da moda nacional e torná-lo relevante no mundo todo. As rendeiras, em um caminho inverso, preservam a memória cultural de nosso país de forma preciosa e intimista, respeitando suas tradições”, completa Dudu Bertholini.  Quem está em São Paulo, vale muito a pena visitar e conhecer esse trabalho minucioso! O museu A CASA recebe a exposição “RENDA-SE” até o dia 28 de junho, terça a domingo: das 11h às 19h, na Avenida Pedroso de Morais, 1234 – Pinheiros/SP.
026

FOTO Explosive Box

Renda-se aos encantos que a cultura imaterial brasileira pode revelar!”

Arrivederci, Beatriz Arvatti.

Compartilhe.

Sobre o Autor

Não me lembro quando foi que o universo da Moda me conquistou, as vezes eu acho que eu já nasci amando tudo isso. Hoje sou estudante de moda, mas não me peçam para desenhar ou costurar, meu negócio é escrever! Filmes antigos, anéis, Audrey Hepburn, botas, 90’s, sinceridade, bolo quente, livros, batom e assaltar o guarda-roupa da vó.

Leave A Reply