Robin Thicke e Pharrell são condenados por plágio

0

E deu ruim para eles, Brasil! Julgados hoje em um tribunal na California, Pharrell Williams e Robin Thicke foram condenados por plágio pela música “Blurred Lines”. A acusação foi feita pela família de Marvin Gaye, que apontava a violação de direitos autorais da música “Got To It Give Up”, lançada em 1977.

Com o resultado, a dupla terá que desembolar o valor básico de  no valor de U$ 7.5 milhões (R$ 22.5 milhões!!!). O valor é dividido em U$ 4 milhões – referente a direitos autorais -, mais os lucros atribuídos à infração (sendo atribuídos U$ 1.8 milhão para Thicke e U$ 1.6 para Pharrell).

Durante um depoimento, a atração do Lollapalooza afirmou ter buscado inspiração no clima dos anos 1970 para compor a canção acusada. “A última coisa que você quer fazer como criador é pegar algo de alguém que você admira”, argumentou o produtor e cantor.

Desde que “Blurred Lines” foi lançada, em 2013, o hit gerou mais de U$ 16.5 millhões em lucros. A música figurou no primeiro lugar do Hot 100 da Billboard por 12 semanas seguidas.

Escute a música abaixo e nos responda: Pra você é plágio ou não?

Compartilhe.

Sobre o Autor

CEO do Explosive Box e Publicitário, louco por qualquer tipo de arte que me encante. Também sou editor-chefe das colunas de Moda e Música.

Leave A Reply