Milan Fashion Week Inverno 2016 – Part II

0

A Semana de Moda de Milão continua e se você perdeu os principais desfiles dos primeiros dias, veja aqui! Na passarela da segunda parte da MFW: temos as grifes com a identidade mais fortalecida dentre o line up.

prada-inv2016-eb

Miuccia Prada é totalmente adepta ao constante jogo entre os opostos. Na passarela da Prada entra a discussão do feminino x masculino. O inverno 2016 da marca tem perfume 60’s e forte estilo ladylike. Mas não pense em clichês femininos porque é ai que entra os traços masculinos: silhueta deles com tecidos para elas, formas girlie com tecidos pesados de alfaiataria. Terninhos de tons pastel, vestidos, conjuntinhos de tweed, luvas e acessórios de cabelo, além dos enfeites de laços e flores formaram uma imagem que tem contraste entre doçura e força. Destaque para as peças feitas de jérsei duplo que criaram um efeito e aparência de neoprene.

moschino-inv2016-eb

Agora é a vez da Turma dos Looney Tunes na Moschino! E como tudo que Jeremy Scott já fez para a marca neste um ano de diretor criativo – lembre-se do Bob Esponja, Mc Donalds e Barbie, moods das últimas temporadas – é certeza que veremos muitas fashionistas vestidas das personagens da animação nos street style. Por falar em ruas, este foi o ponto de partida de Scott para essa coleção. A moda rapper americana tomou conta em um determinado ponto do desfile, com couro e correntes. Em outro, com um estilo pop 80’s e começo dos 90’s super coloridos. No finale, a prioridade foi o grafite mostrado em vestidos fantásticos.  Alguns looks, ainda, foram estampados com o urso que é embalagem do perfume Moschino Toy. Assista ao desfile aqui.

EmporioArmani-inv2016-eb

A fórmula da Emporio Armani já é bastante conhecida: alfaiataria relaxada e elementos esportivos. Mas isso não significa que o clássico da marca não seja refrescante. Calças soltinhas e jaqueta mais curta e seca vieram em uma versão ainda mais jovem, com certo dinamismo. As cores continuam as mesmas, típicas da grife: azul, vermelho e preto. Atenção para o ikat, grafismo étnico que combina várias cores em ziguzague que ajudou a criar uma energia para a coleção. É elegante, minimal e totalmente desejável!

etro-inv2016-eb

Patchworks de jacquards que lembram tecidos de almofada, tapete e cortina foram muito bem usados pelas mãos de Verônica Etro, estilista por trás da grife italiana que leva seu sobrenome.  A ordem da coleção é: tudo ao mesmo tempo e agora! Mas o mix funciona perfeitamente devido as silhuetas secas e prints coordenados e dentro da mesma paleta de cor – tons terrosos e cinzas com detalhes em vinho, verde e azul.

versace-inv2016-eb

Donatella Versace é responsável por um dos desfiles mais badalados de Milão a cada temporada. Desta vez não foi diferente, ela coloca na passarela da Versace muito vermelho, amarelo, verde e um pouco de azul, cores emblemáticas da grife. Looks monocromáticos e peças basicamente de alfaiataria – blazers de corte preciso e acinturados e minivestidos com a forma de ternos – com os clássicos recortes ultrasexy concebem uma coleção muito bem sucedida. A chave grega, que é o simbolo da grife, se transforma em estampa. Ao final, um clima glam toma conta dos looks, com irreverentes aplicações de letras que formam o nome da marca. Mais Versace impossível!

A notícia boa é que estamos só na metade da semana!

Arrivederci, Beatriz Arvatti.

Compartilhe.

Sobre o Autor

Não me lembro quando foi que o universo da Moda me conquistou, as vezes eu acho que eu já nasci amando tudo isso. Hoje sou estudante de moda, mas não me peçam para desenhar ou costurar, meu negócio é escrever! Filmes antigos, anéis, Audrey Hepburn, botas, 90’s, sinceridade, bolo quente, livros, batom e assaltar o guarda-roupa da vó.

Leave A Reply