Haute Couture Summer 2015 – Part I

0

Sofisticação, cenários mais criativos do que nunca, desfiles que deixam o front how emocionadíssimo e luxo ora traduzido para o dia-a-dia, ora somente para ocasiões super especiais. Essa é uma das semanas mais charmosas do ano. Isso porque no domingo (25/01) iniciou-se a semana de Alta-Costura Verão 2015 em Paris.

AtelierVersace- eb

A Atelier Versace deu início a temporada com uma coleção mais clean como jamais foi visto pelo menos nos últimos 5 anos. Um sexy limpo que mesclou vestidos estruturados, peças de alfaiataria (como as calças flare e macacões que também entraram na onda 70’s) e recortes curvilíneos e ousados pra lá de Versace. Os looks monocromáticos, dignos de red carpet, chics e sensuais. Tudo na medida certa como manda o Couture.

Schiaparelli-eb

Na coleção batizada de “Reflexions of Elsa”, a  Schiaparelli  manteve sua personalidade eclética e elegante, herança deixada pela estilista italiana que fundou a marca. Na passarela iluminada por tons de rosa, foram apresentados silhuetas longas em terninhos bem cortados e vestidos fluidos com caudas e laços. Um perfume surrealista e um pouco do étnico nos cabelos exuberantes. Uma homenagem a feminilidade!

Dior-eb

Na Christian Dior, Raf Simons cria ares 50′, 60’s e 70’s, dando continuidade ao olhar voltado ao passado para entender o futuro, ideia que marcou suas últimas apresentações. Uma junção do romantismo, os toques modernistas e a liberação sexual. Tudo com um toque jovem, inclusive a silhueta ampulheta e as saias godês da grife que nunca estiveram tão modernas. Destaque para os casacos de plástico, as estampas florais e o uso do neoprene na Alta-Costura. Super fresh!

chanel eb

Desta vez, Karl Lagerfeld transformou o Grand Palais em estufa! O cenário de flores de papel que abriam durante o desfile foi o palco da coleção de HC Verão 2015 da Chanel que dividiu opiniões e o público da marca. De um lado looks conservadores, mais tradicionais, com vestidos comportados e o clássico terninhos de bouclé e jaquetas de tweed da Maison. De outro, uma pegada street, representado a vontade de Karl de rejuvenescer a alta-costura, com saias midis e longas de cintura baixíssima usados com top croppeds. Audacioso e irreverente! Sempre com motivos florais e rendas. Como must have da temporada (lembrando que o da anterior foram os tênis), certamente serão os gorros super decorados, que trazem um perfume grunge dos anos 1990 aos looks. Atenção também para as botinhas de bruxa!

armani-eb

Giorgio Armani Privé fez um dos desfiles mais bonitos da temporada. Aos 81 anos, o estilista italiano mostrou uma Alta-Costura com pegada oriental. A coleção, predominada pelos tons de verde, creme, preto e um pouco de azul, foi pontuada por uma alfaiataria para noite impecável combinada a transparência e amarrações. Referência clara no bambu que virou estampa de várias peças. Destaque para os casacos que remetem a quimonos e aos vestidos leves com faixas amarradas na cintura.

E a semana de Alta-Costura parisiense não acaba por aqui. Fiquem ligados que até sexta-feira tem mais posts sobre ela.

Arrivederci, Beatriz Arvatti.

Compartilhe.

Sobre o Autor

Não me lembro quando foi que o universo da Moda me conquistou, as vezes eu acho que eu já nasci amando tudo isso. Hoje sou estudante de moda, mas não me peçam para desenhar ou costurar, meu negócio é escrever! Filmes antigos, anéis, Audrey Hepburn, botas, 90’s, sinceridade, bolo quente, livros, batom e assaltar o guarda-roupa da vó.

Leave A Reply