Box Entrevista ft. Fotografia – I Hate Flash

0

Quem não conhece o I Hate Flash? O team de fotógrafos -talvez- mais famoso do Brasil sil sil. Tudo que os senhores e as senhoras estão prestes a ler não é babação de ovo, é pura admiração. Sou verdadeiramente fã dos caras, faz alguns bons meses. Os caras cobrem os eventos mais fodas, como Lollapalooza, Rock in Rio, Coachella, Burnin Man Report, semanas de moda entre outras dezenas de eventos f*didos de maneiros.Tive o prazer de conhecer, conversar e contar um pouco pra vocês do trabalho do Hick Duarte, que é fotógrafo do IHF. E agora tive o prazer de conversar com o Fernando Schlaepfer, um dos founders e compartilhar um pouco mais de como é o mundo dos caras. Confira!

 10176230_1439363499639928_395003941_n

Desde o nome, como foi trabalhado nas escolhas na hora de criar o I Hate Flash?Na verdade pouca coisa foi premeditada, a criação do I Hate Flash – assim como muitas das nossas ideias até hoje – foi totalmente no impulso. É um saco falar “era um projeto despretensioso e bla bla”, mas bem, é a verdade.

O Team IHF é uma galera mais style, A equipe foi formada aleatoriamente por esse formato ou foi uma das características buscadas?A gente sempre buscou não apenas bons fotógrafos, mas pessoas que participassem da nossa “”cena”” e tivessem alguns gostos / afinidades em comum dentro das variantes que fotografamos (música, moda e comportamento). Aliás, a gente sequer buscou, todos acabaram se juntando ao time espontaneamente, justamente por conta dessas afinidades e amizade formada.

A intenção ao criar o IHF foi tomar essa proporção que tomou hoje ou foi méritos de um bom trabalho?A intenção inicial era só fazer umas fotos bêbados por aí, então acredito que é a segunda opção.

Como é a rotina de vocês, como são distribuídos os fotógrafos pelos eventos em todo mundo?Infelizmente os eventos ao redor do mundo não são rotina, a maior parte dos trabalhos acontece por aqui mesmo. Temos a Pat, que dentre outras funções (como ser a mãe de todos) faz nosso atendimento e organiza a agenda, e quando um cliente não pede especificamente por um fotógrafo, é ela quem define quem vai para onde.

Tem algum evento que ainda não cobriram mais tem como ambição?Muitos, mesmo – assim como tantos outros que queremos fazer novamente. Felizmente!

Quais são os planos futuros – e se tem alguma novidade – para vocês?Estamos reorganizando algumas partes do site e, apesar de já fazermos isso há alguns anos e não ser exatamente uma novidade, vamos reestruturar nossa parte de vídeo, que é algo que temos feito cada vez mais e melhor. Além disso, finalmente conseguimos colocar em prática alguns projetos autorais, que estão repercutindo muito bem, e estamos para dar saída em 3 novas parcerias de produtos da marca ainda esse semestre.

Tem uma galera que sonha em ser um fotógrafo entre vocês. Quais as dicas para quem quer?Como falei lá em cima, não estamos procurando – o que não quer dizer que de repente não possamos achar mesmo assim -, mas talvez a principal dica seja não ter “ser fotógrafo do I Hate Flash” como meta. Gostamos e consumimos muitos trabalhos de outros fotógrafos, e quanto mais diferente for do nosso trabalho, mais nos chama a atenção; prezamos muito mais quem traça um caminho para chegar a uma linguagem própria do que quem tenta emular alguma em voga.

Compartilhe.

Sobre o Autor

CEO do Explosive Box e Publicitário, louco por qualquer tipo de arte que me encante. Também sou editor-chefe das colunas de Moda e Música.

Leave A Reply