Mãe século XXI: Barbara Thomaz

0

Dando continuidade no post sobre “Trend Family”, chegou a hora de falar sobre uma família que acompanho faz muito tempo, via Instagram também. Tive o prazer de conversar com a apresentadora Barbara Thomaz que tem um dos filhos mais lindos que já vi nesses meus humildes 18 anos, o Theodoro (Theo o perereco, como preferirem) de apenas 7 meses. Vocês já devem ter visto essa ruiva linda em algum lugar, tenho certeza. Ela já foi VJ da MTV, apresentou vários festivais de grande porte e também no canal super cult Glitz. Babi é uma super mãe e digna do termo “moderna”. A mesma diz que seu filho pode ser o que quiser, mantendo a ética e a moral e no entanto que o faça feliz.  É sempre bom compartilhar conversas gostosas com vocês, portanto, segue mais uma:

740

Quem é a Barbara profissional?

Barbara profissional é quase uma Nerd, gosta de estudar e fazer a lição de casa antes de qualquer trabalho. A informação é a segurança de um profissional, mas é a espontaneidade que faz o diferencial.

Quem é a Barbara em casa?

A Barbara de casa não existia há algum tempo atrás, era só Barbara na rua, Barbara no trabalho, Barbara no mundo… Barbara em casa é como uma mulher comum, que faz compras, administra um lar, gosta das coisas organizadas e cada qual no seu lugar e tem preguiça de ir na academia. Gosto de cozinhar para o maridão, fazer algo especial, ver um bom filme (hoje com o Theodoro isso virou um evento), receber amigos…

Um casal tão descolado, diria que é um casal moderno. Qual a rotina do casal? De segunda à segunda? 

Com bebê não dá para fugir muito de uma rotina bem construída, porque eles precisam disso para se desenvolver. O Enricco tem uma rotina maior de horários, meu trabalho é mais maluco quanto a isso. Não tem dia nem hora. Mas nós levamos ele em quase todos os lugares, frequentamos festinhas na casa dos amigos sem problemas, ele encara tudo. Vamos a exposições, jantamos com ele ouvindo música de gente grande… A criança precisa de estímulos, mas não necessariamente só os infantis. Não queremos criança chatinha que não saiba transitar no ambiente de adultos.

 

Você sempre teve um forte envolvimento na cobertura de festivais musicais e no mundo da moda. Nesses dois parâmetros, qual você se encaixa melhor?

Hoje acho que estou mais para Música do que para Moda, mas é uma predileção pessoal do momento. Sempre transitei muito bem nos dois mundos, e mas agora me mais a vontade na música. Estou questionando seriamente a Moda atualmente… estamos com uma crise no relacionamento, mas ainda nos amamos.

731

Você não é casada, mas é “juntada” com o Enricco Benetti a 4 anos. Pretende se casar? Que estilo de casamento seria a cara de vocês?

Ele me pediu em casamento ano passado, mas sinceramente ainda não temos a menor idéia de quando será. Nosso casamento provavelmente será uma festa, para pouquíssimas pessoas, só os mais próximos mesmo. Sem tia-avó de araraquara, sem igreja, sem obrigações, sem convidados malas que vão embora depois do jantar.

Com mais tempo de vida, considera o amor de hoje superficial?

Considero que as relações são descartáveis, é um amor líquido… Esquentou evapora. Nenhuma relação é fácil, mesmo as de antigamente. A diferença é que não se tinha tanto individualismo, competitividade, egoísmo. Falta lealdade, persistência, paciência e humildade.

Quando ficou sabendo que estava grávida do Like a Boss Theodoro, qual foi sua reação? Já estava nos planos?

Ele sempre esteve nos nossos planos… Mas era para o final desse ano. Veio um ano adiantado. Eu fiquei em estado de choque, acho que passei 3 dias de boca aberta. rs
Era uma vontade tão grande, o sonho da minha vida, e quando aconteceu eu mal podia acreditar. Me olhava no espelho, e via aquele barrigão: “Meu deus, eu vou mesmo ser mãe”. Até ele nascer e vir para meus braços eu não sosseguei. “Você existe mesmo meu amor!”

Como todo bom filho você certamente reclamava de algumas atitudes da sua mãe, hoje você como mãe, se vê nela em algumas atitudes? Entende algumas proteções? Mesmo o Theo sendo bebê ainda!?

Opa! Hoje entendo absolutamente tudo, e não sei como ela não enlouqueceu com as coisas que aprontei. Haaaaja coração amigo… Sou filha única e saí de casa cedo, sempre tive opinião e corria para a liberdade. Sei que vou querer proteger igualmente, mas vou respeitar mais as escolhas dele. Isso eu não tive em casa. Quero que ele saiba que pode ser o que quiser, e como quiser. (Vamos excluir: assassino, ladrão e viciado). De resto pode tudo, sim, pode gostar de homem. Para mim o que importa é o caráter.

728

 

Qual é teu TOP 6 músicas do momento?

 

1 – Meu pintinho amarelinho
2 – Era uma casa muito engraçada
3 – O Sapo não lava o Pé
4 – A dona aranha subiu pela parede
5 – Tem gato na tuba
6 – E qualquer uma dos Saltimbancos…

 

HAHAHAHAHAHHAHA pior que é verdade meu amigo… rs

 

Tá mas falando sério…

 

1- The Plum Blossom – Yusef Lateef
2- Something Good – Alt-J
3- Young Again – Paul Banks
4- Lose it – Austra
5- Cash, Diamond Rings, Swimming Pools – D E N A
6- Dance – ESG
e uma extra que é velha mas é muito amada:
Flor de Maracujá – Gal Gosta

 

Theo está crescendo (sim gente, ta crescendo!), vocês pretendem colocar ele em uma escolinha para aprender ou querem ensinar do jeito de vocês? Muitos pais pretendem educar e ensinar da sua maneira, que o resultado na maioria das vezes é até mais eficaz. Qual a tua opinião?

Eu acho isso ótimo mas para isso precisaríamos estar mais em casa, o que no momento é inviável. O ideal é encontrar uma escolinha que tenha a mesma filosofia de ensino que você acredita. Hoje existem muitos métodos diferentes, com o plus da socialização. Acho isso muito importante. Com o nosso convívio ele poderá aprender muito além da escolinha…

No primeiro choro, na primeira noite com ele em casa. Desespero ou antes praticou muito nos cursinhos para gestantes? Hahahaha

Não fizemos cursinhos, lí bastante, o pediatra nos deu muitas dicas úteis também. Mas recém-nascido basicamente só precisa de duas coisas, peito e colo. Não me desesperei. Não tivemos enfermeira, nem babá, nem mãe nem sogra para ajudar. Fomos na raça. O enricco tirou férias para poder ajudar e acompanhar o primeiro mês, e ele foi essencial. Sempre tivemos calma na hora do choro, é só olhar para o bebê que você entende. Ele não sabe o que está acontecendo com ele, porque está fora da barriga… porque ele sente fome, sono…  Ele vivia num mundo quentinho, molhado e tudo acontecia automaticamente para ele. Nem respirar ele precisava. Então é simples, muito amor, proteção e leite materno. Fizemos cama compartilhada até os 3 meses do Theo, ele dormia no meio do ninho (com uma cestinha especial para não ter acidentes) e quando acordava perdido, com fome, já estávamos alí. Nada melhor do que o cheiro dos pais para dar segurança a um bebê.

O Theo usa umas roupas que dá vontade de chorar! Mamãe e papai que compram ou ganham dos amigos? Aliás, os amigos de vocês são bem presentes né?

Criança é um divisor de águas, une e distancia amigos. É nessas horas que você tem a certeza quem veio pra ficar e quem era só amigo de farra. As roupinhas do Theo muitas a gente ganhou, mas também compramos fora. Infelizmente aqui no Brasil tem muita coisa cafoninha, tem poucas opcões bacanas.

Espero profundamente que você leve algum ensinamento daqui, seja como filho ou também como um futuro pai ou uma futura mãe. Evolua!

Obrigado pelo papo, Babi! Você é sensacional.

Abraço!

Compartilhe.

Sobre o Autor

CEO do Explosive Box e Publicitário, louco por qualquer tipo de arte que me encante. Também sou editor-chefe das colunas de Moda e Música.

Leave A Reply