Review: Glee – “Britney 2.0”

0

It’s Brittany bitch!

ATENÇÃO: O post a seguir contém SPOILERS!

A vida parecia estar indo muito bem para Brittany.. Capitã das líderes de torcida, “vice-Rachel” do Glee Club e uma vida super popular (tirando o fato que ela sente falta de Santana, que teve uma pontinha no episódio aparecendo no Skype). Mas depois que Kitty chegou, surgiu uma rivalidade no ar. Durante a performance da primeira música do episódio, “Hold It Against Me”, podemos ver um clima tenso que foi ainda mais apimentado depois que Sue resolveu expulsar Brittany das Cheerios e promover Kitty como capitã. O motivo? Brittany, como sempre, não anda nada bem com suas notas escolares.

No núcleo de Nova York, Cassandra July ainda pega muito no pé de Rachel por achar que ela não é boa o suficiente. Agora a professora bitch implica com a moça por achar que ela não é sexy o suficiente para dançar tango, fazendo-a ficar no banco de reservas enquanto todos praticam a modalidade.
Kurt agora está em NYC e alugou um clássico loft americano para morar com Rachel e pretende fazer uma outra audição para NYADA. É ele quem conta para Rachel um pouco de passado de Cassandra: ela cometeu um dos maiores micos da história da Broadway após se irritar quando o celular de um espectador toca. Shame on you, July.

Rachel Berry resolve mostrar para sua professora que sim, ela é sexy o suficiente. A garota convida Brody, o veterano, para dançar com uma numa performance eletrizante de “Oops!… I did it Again” e mostra que apesar de pequena tem o sex appeal que merece. Mas para variar, dona July tinha algo a reclamar. Mas vocês acham que a pequena Rachel deixou barato? Não! Com uma coragem que eu não sei de onde veio, ela enfrentou a professora e disse que ela era invejosa por todos os seus alunos que ainda tem um grande futuro e ela tem uma carreira fracassada. Foi uma atitude corajosa e arriscada de Rachel, mas depois ela se arrependeu e foi pedir desculpas para a professora.

Voltando a Ohio, o casal Marley e Jake seria o novo “Finchel”? Façam suas apostas. Marley mal chegou e já tem uma quedinha pelo meio irmão de Puck, mas suas amigas Tina e Unique fazem questão de mostrar que o menino não vale nada. Mas sabe aquela frase “você não vale nada mas eu gosto de você?”, Marley é assim em relação a Jake. E é após um dueto super romântico, e Jake ter defendido a mãe dela do bullying, a garota fica ainda mais apaixonada. Mas ops, quem aparece para estragar? A líder de torcida loira e linda, Kitty é claro.

Brittany está querendo atingir o fundo do poço e é comendo sem parar e ficando horas conversando com seu aplicativo para iPhone (Kiki is the new Siri, eveybody!) que ela pretende fazer isso. Ela dublou Gimme More no evento do colégio e foi um tremendo desastre. Mas se a loira ainda dublasse corretamente tudo bem. Mas quem se apresenta comendo cheetos e tomando fanta laranja? Pois é. E Brittany não só arruinou a reputação que eles demoraram para construir, mas também colocou o grupo em perigo. Se o caso da dublagem vazar eles podem ser banidos de competir nas nacionais. Mas isso é tipo um plano de ficar na pior até ter um retorno triunfal, assim como Britney Spears, e para isso ela consegue voltar para as Cheerios com a condição de se formar até o fim do ano.

Britney 2.0 na minha opinião foi um episódio fraco e teve uma queda de 2 milhões de telespectadores. A equipe de Britney Spears não gostou da satirização que aconteceu com a cantora com o playback, o ataque com o guarda-chuva em um paparazzi e com algumas fases da carreira da cantora. Mas fora isso, a seleção de música foi com os sucessos mais recentes e o episódio teve muitos pontos positivos. Semana que vem, no episódio “Makeover” é a vez de Sarah Jessica Parker fazer sua aparição triunfal! #ansiosa.

PS: Continuo achando que Brody tem que dar uns pegas na Rachel e após o gato ficar 45 minutos em um trem, ainda trazê-la orquídeas, e ainda abrir seu coração eu torço por eles mais ainda.
PS 2: Amei a versão de batuques da música “3” com Tina, Sam e Samuel.
PS 3: Lindo o final com Everytime <3

Músicas do episódio (em ordem):

Hold It Against Me – Heather Morris
Boys/Boyfriend – Kevin McHale & Darren Criss
Womanizer – Jenna Ushkowitz, Alex Newell & Melissa Benoist
3 – Jenna Ushkowitz, Chord Overstreet & Samuel Larsen
Crazy/(You Drive Me) Crazy – Melissa Benoist & Jacob Artist
Oops!…I Did It Again – Lea Michele
Gimme More – Heather Morris
Everytime – Melissa Benoist

Compartilhe.

Sobre o Autor

O universo da escrita me fascina, e aliado à arquitetura e decoração me encanta ainda mais. Acadêmica de Arquitetura e Urbanismo e fundadora deste site, quero trazer à vocês o melhor conteúdo sobre algumas das minhas paixões. 20 anos e com uma vontade imensa de desbravar o que o mundo tem a me oferecer.

Leave A Reply